Mortes em Paraisópolis: Entenda o caso!

O Noticiando Hoje irá trazer tudo sobre o caso das Mortes em Paraisópolis, envolvendo os jovens que vieram a falecer e outros que ficaram feridos. Saiba tudo sobre o caso, veja logo abaixo!

Antes de tudo, na madrugada desse domingo (01/12), após a ação da PM, 9 pessoas morreram e 12 ficaram feridas em um baile-funk no bairro de Paraisópolis, na Vila Andrade, Zona Sul de São Paulo.

Baile em Paraisópolis (BAILE DA 17):

Primeiramente, o “baile-funk” estava acontecendo na rua Ernest Renan, em Paraisópolis, o Baile da 17 (muitos jovens conheciam como baile pela sigla “Dz7”), uma festa que existe desde o começo dos anos 2000.

Assim, segundo alguns moradores que foram ouvidos pela BBC News Brasil, o número “17” é uma referência a um bar de drinks que existia na favela. Por fim, com isso, a festa teria surgido como um pagode em frente a esse boteco, mas, nos intervalos, os frequentadores ouviam funk em carros estacionados naquela rua.

Assista ao vídeo da confusão em Paraisópolis:

Veja também: Luísa Sonza é críticada por seu bumbum

Primeiramente, o baile-funk cresceu ali e invadiu as madrugadas. Assim, carros com aparelhos de som bastante potentes tocam funk para até aproximadamente 30 mil pessoas espalhadas pelas vielas que hoje são mais comerciais do que residenciais.

Por fim, com isso, a festa costuma ocorrer nas noites de sexta e sábado. Mas podem começar na noite de quinta-feira e se estender até domingo. Por isso, no dia da confusão (no domingo), tinham cerca de 5 mil pessoas no baile.

Veja abaixo o local onde as pessoas foram “pisoteadas até a morte”:

Enfim, Marcos Paulo Oliveira dos Santos (16 anos), Bruno Gabriel dos Santos (22 anos), Eduardo Silva (21 anos), Denys Henrique Quirino da Silva (16 anos), Mateus dos Santos Costa (23 anos), Dennys Guilherme dos Santos Franca, Gustavo Cruz Xavier (14 anos), Gabriel Rogério de Moraes (20 anos) e Luara Victoria de Oliveira (18 anos), foram, por fim, os nomes referente as mortes e ferido do ocorrido em Paraisópolis.

Nos siga no Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *